domingo, setembro 17, 2006

os blogs como passos para uma educação que queremos

Marli fez um fórum no seu blog (http://blogosferamarli.blogspot.com/) e perguntou:
Vamos falar de blogs educativos? Você possui um? Qual o endereço, qual a proposta pedagógica? Quais as vantagens que você vê em utilizar essa ferramenta?

Minha resposta, q tb tá lá, foi:


a possibilidade de autoria é notória e altera um pouco nossa relação com o saber: ao invés de o navegador ser só consumidor de informação, ele passa a ter um espaço para registrar sua opinião, refletir, criar novas teorias, discutir...
a escrita tb é uma forma de registro, fazendo dos blogs um instrumento de memória
discutir? sim, pois os blogs não se fazem isoladamente: eles se articulam com tantos outros blogs, operados por pessoas que tb escrevem, opinam, refletem... formando assim uma rede, formada por muitos nós, que dão articulação para várias "esferas" dentro da web e fora dela.
estas opiniões ali postadas refletem um tema, mas vemos que este tema tb não se dá isoladamente: isto demonstra claramente que o conhecimento só é formado de forma articulada com outras formas de saber...
mais especificamente articulado com a prática pedagógica, este pode ser um meio estruturante de uma outra prática: pode ser um instrumento para a formação contínua do professor (se ele usar este espaço para refletir sobre suas práticas, buscar novas leituras, exercitar seus pontos de vista e discutir com outros pares...); pode ser um meio para incentivar a escrita nos alunos, tentar relacionar os saberes escolares com os saberes prévios e acompanhar o processo de apreensão de conhecimentos, avaliar constantemente a aprendizagem e a prática; além de ser um importante instrumento para a colaboração, a escrita colaborativa e a busca conjunta da solução de problemas

mas repare: estas são todas POSSIBILIDADES que vem sendo demonstradas por uma ferramenta em uma complexa articulação social. Acredito que o sucesso de algumas iniciativas se dá pelo processo criativo e inovador, de professores e alunos, no desafio da constituição de um pensamento crítico.

Claro que o professor pode utilizar o blog para impor atividades descontextualizadas, utilizá-lo como forma de avaliação punitiva e tudo mais que execramos de uma educação opressora e transmissiva.
Pode, por outro lado, ser um instrumento de libertação, onde professores e alunos tem voz em uma rede com repercussão mundial, formando pessoas capazes de utilizar o que aprendem na escola para atuar criticamente no mundo e se posicionar frente aos fenômenos e atitudes do outro.

são passos de uma educação que queremos...

Adriane Halmann
http://reflexaodeprofessores.blogspot.com serve mais ou menos como um diário de bordo da minha pesquisa do mestrado, onde estudo as potencialidades dos blogs p a reflexão docente
http://edc200.blogspot.com que agora está funcionando só p dar recados para uma turma q dou aula sobre projetos de ensino(como não consegui horário no laboratório de informática para esta turma, não deu p fazer tudo o q eu queria...)
http://edc270.blogspot.com neste eu e uma turma de vinte e alguns alunos estudamos sobre Ensino de Ciências (nome da matéria), o link do blog de todos os alunos está lá. Estamos conseguindo fazer realmente uma rede de saberes... Vale a pena!

3 comentários:

Marli disse...

Adriane!
Quero essa contribuição lá no fórum. Vamos dar um jeito. tenta de novo. Se não der, posta em partes.Abraço!

Anônimo disse...

Várias vezes tentei comentar sobre o texto, mas de nada adiantou! realmente ver o blog enquanto mecanismo de construçao de conhecimento é um dos aspectos que precisamos estar atentos e refletindo sempre sobre a ess visão que nem todos comungam.

Adriane disse...

que pena q quem comentou acima não deixou link, gostaria de comentar isso