sexta-feira, dezembro 30, 2005

A fala não é "descolada" do ser, eqto a escrita o é

Lendo o livro Pedagogia dos Monstros, organizado por Tomaz Tadeu da Silva, resolvi escrever algumas palavras
As tecnologias vem possibilitando outras colgens e descolagens, como no momento que a fala vira uma voz no rádio. No entanto, novas colagens se forma, sempre há um contexto "colado" à fala, à voz e ao sujeito (?). Semelhantemente, no blog, a escrita se "descola" da fala e do sujeito, mas a "cola" em quem o sujeito se diz ser (profile, fotos, links a outros blogs, sua história nos posts) e o contexto que se cria em volta dele (referências a outros blogs, citações de outros e comentários dos blogueiros). Com certeza este contexto tem algo a ver com o que o sujeito "realmente" é, não acredito que se criem identides fictícias, ou pelo menos, que seja muito difícil mantê-las... mesmo q elas tenham algo de fantasioso, algo q não realizariam (q não falariam, q não escreveriam) em outro lugar (acho q aí é uma característica da tecnologia como estruturante de outras formas de ser), mas sempre está colado ao ser que o faz.

isto faz sentido?

Um comentário:

edwardflynn94910293 disse...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog