sexta-feira, janeiro 27, 2006

qual o mínimo para ser incluído?

o namorado de uma amiga me perguntou o seguinte:
Qual o mínimo de coisas que você precisa saber usar no computador para considerar incluido digitalmente? Basta email? Tem que saber usar sites de busca? Ler jornais? Usar blog? Orkut? Qual o mínimo para ser considerado incluso digitalmente????
e aí eu fiquei me questionando

aí acho q levanta aquela questão: para que incluir digitalmente?
acho q não tem nenhum nível que possa ser medido, apenas a inclusão plena,social, econômica... o "dital"acaba sendo consequencia: o cidadão deixa de ser um consumidor de informação para ser construtor de conhecimento. Aí chegamos q tem muita gente q tem e-mail, q tem orkut, q acessa a conta do banco, q faz a declaração de imposto de renda, e não produz informação alguma, só consome, como se fosse um produto, um eletrodoméstico
já reparou q nesses mercados grandes os computadores são vendidos junto dos eletrodomésticos?
mas e ele é "doméstico" para quantos?
estive vendo no jornal nacional um levantamento q dizia q o salário mínimo, para garantir o q é de direito pela constituição federal, devería ser de mais de mil reais. E olha q a constituição nem diz q "é direito de todo cidadão brasileiro ter um computador em casa com acesso a internet"
qual a porcentagem da população q sobrevive com salário mínimo?
e ainda sustenta uma família com isso?
mas vale a pergunta: para que incluir digitalmente?


são coisas que isto me levou a pensar, que não tenho resposta, que ainda vamos conversar mais para madurecer...

5 comentários:

Lary disse...

POis bem Dri, isso eu tb me questiono. O que é inclusão digital??? O que as "autoridades" pensam sobre isso? Na verdade, o que acho é que eles nem pensam, apenas lançam projetos ditos de inclusão digital, só pq está na moda incluir as pessoas "mais carentes" a "sociedade da informação". Vixe, sociedade da informação??? Acho que eles nem sabem dizer o que pensam sobre isso...
O que eles querem é mostrar que fe algo para a sociedade! Isso mesmo!!! Mostrar que pratica a cidadania. Outra questão que podemos levantar: o que é cidadania??? Para muitos significa praticar os seus deveres... e os direitos fcam aonde}??? Pois bem... são tantos questionamentos e nenhuma resposta.... Incluir digitalmente vai muito mais do que ter acesso a uma net(se tem né?), mas ter acesso aos conteúdos que circulam por este espaço e saber o que fazer com estes. Mas para que isto aconteça é preciso que haja uma democratização. Não uma democratização para os que podem ter acesso, mas para os que não tem... Vixe falei demais... o resto discutimos adiante, pois acredito que com este meu comentário, muitas qustões problematizadoras foram surgindo...

António disse...

A realidade do meu país é um pouco diferente da do vosso, contudo deixo aqui umas poucas palavras...
A verdadeira sociedade do conhecimento só será possível com a valorização da informação que existe online. Quero eu com isto dizer, que graças à subdesvalorização da Internet, realizada inconscientemente por aqueles que têm poder, existe cada vez mais uma tendência para transformar a informação essencial em empresas e o "pesquisador" (utilizador da internet), num possível cliente.

Boa sorte para o Blog!

Adriane disse...

subdesvalorização da Internet???
acho que a política do "incluir para criar novos compradores em potencial" acaba fazendo uma supervalorização da internet como meio (ou fim?) e fazendo questão de mascarar as informações veiculadas nela...
ao mesmo tempo, é muito fácil criar ou publicar informações, mas também está cada vez mais difícil esconder alguma coisa: existe sempre algum olhinho espreitando quem somos, o que fazemos, o que queremos e, claro, o que poderíamos comprar (e se para isso for preciso lhe esconder algumas coisas ou lhe mostrar com certa preferência outras tantas...)
concordo, sim, que a internet pode ser um meio de mascarar/manipular informações...

Anônimo disse...

A inclusão digital veio como uma moda e depois se tornou uma necessidade.Hoje em dia a pessoa q ñ sab como mexer em um computador é considerado analfabeto, pois p/ nossa sociedade capitalista essa pessoa ñ evoluiu.
Na educação formal isso é mais sério,pois, existe ainda educadores q se recusam em ter este conhecimento.
Mas, infelizmente esta "moda" ou "necessidade" ñ chegou p/ todo mundo, principalmente p/ os mais carentes e, com isso, até no analfabetismo digital existe divisão d classe!!

Anônimo disse...

Chris,Belém do Pará, diz:
A inclusão digital veio como uma moda e depois se tornou uma necessidade.Hoje em dia a pessoa q ñ sab como mexer em um computador é considerado analfabeto, pois p/ nossa sociedade capitalista essa pessoa ñ evoluiu.
Na educação formal isso é mais sério,pois, existe ainda educadores q se recusam em ter este conhecimento.
Mas, infelizmente esta "moda" ou "necessidade" ñ chegou p/ todo mundo, principalmente p/ os mais carentes e, com isso, até no analfabetismo digital existe divisão d classe!!