sexta-feira, novembro 19, 2010

professor hacker?

Hoje, lendo alguns blogs de alunas, fui provocada em particular pelos escritos de Ilnara, quando fala sobre ética hacker.
Hacker, para muitos, é um sujeito nerd que se isola do mundo em frente de um computador, estudando formas de invadir sistemas, roubar senhas, fazer ações ilícitas na internet...
Mas, na verdade, o hacker é aquele que se envolve apaixonadamente com algum tema, se interessa, busca conhecer. Para isso, ter acesso às informações e aos códigos passa a ser um pré-requisito. Construir novos conhecimentos ou produtos relacionados ao tema passa a ser uma consequência deste envolvimento apaixonado.
Isso vale não apenas para softwares... (embora neste caso tenhamos bons exemplos!)
Pensando assim, será que podemos considerar o professor como um hacker?

Um comentário:

Profa. Silvia disse...

Olá Adriana!
Sou uma seguidora e admiradora do trabalho de vocês e até fiz citação da dissertação em minha monografia (espero que não tenha problema). Acredito que o professor possa ser um hacker, principalmente quando está comprometido em buscar conhecimento e construir conjuntamente com seus alunos. Estamos sempre nesta busca.
Parabéns pelo blog.
Abraços