segunda-feira, fevereiro 09, 2009

metade da população que acessa internet em casa navega por blogs

Hoje, em meu passeio sagrado pelos blogs amigos, achei estes números interessantes (pelo blog da Tati), que reproduzo abaixo:

Blog

Blog dos Blogs

Para entender a blogosfera

04 de Fevereiro de 2009

Número de brasileiros que leem blogs cresce em 2008

O número de brasileiros que acessam blogs cresceu a uma taxa superior a da expansão da internet em 2008, de acordo com dados do Ibope/Netratings.

Em dezembro de 2008, 11,6 milhões de pessoas acessaram blogs contra 9,5 milhões de brasileiros de dezembro de 2007, um crescimento de 22,1%.

Neste mesmo período, o número de pessoas que acessam a internet de suas residências cresceu 14,5%, passando de 21,4 milhões de internautas para 24,5 milhões em dezembro de 2008.

O melhor mês para a blogosfera brasileira em 2008, segundo o Ibope/Netratings, foi em novembro, quando 12,4 milhões de pessoas acessaram blogs.

Na ocasião, o número representou 51% da base de internautas que navegam na web de suas casas.

Publicado por Ralphe Manzoni Jr. às 20h03
Interessante isso: metade da população que acessa internet em casa navega por blogs. Isso quer dizer que, cada vez mais, os blogs têm se consolidado como fonte de informação, o que, por sua vez, reflete um fenômeno que já apontávamos como tendência: a informação não vem exclusivamente de centros emissores para as massas, mas sim, das bordas, dando visibilidade para assuntos os mais diversos, temas cotidianos. O internauta passa de mero consumidor de informações para autor, produtor de conteúdos. Claro que muito deste conteúdo também praticamente não é visto (que me apoiem todos os blognorados que escrevem blogs que provavelmente nem suas mães não leem...), mas é um movimento necessário para o exercício da autoria e autonomia na web.
Outro fato interessante é que os blogs hoje passaram a ser uma porta redirecionadora, uma janela para a vista de cada blogueiro, onde ele agrega tudo o que acha interessante (de acordo com seu ponto de vista). Por exemplo, a algum tempo atrás, se eu fizesse uma pesquisa no google sobre algum tema específico, ele me indicaria sites de empresas e organizações. Hoje os blogs ganham representatividade nos resultados destas buscas e, de lá, o internauta tem aberta uma enorme rede de outros blos e demais sites relacionados àquele assunto específico, selecionados pelo blogueiro. É o caminho das pedras!

2 comentários:

Tati Martins disse...

Oi, Adriane!
E vc acredita que eu trabalho em colégio de classe AA, com professores ditos AA e sou uma "ET" entre eles, pq ser blogueira e internauta assídua?
Esses números não retratam a minha realidade... ):
Beijinhos!

Suely disse...

Oi, Adriane!

Acho bem interessante a possibilidade que a Internet nos dá e que mencionas no teu post: "a informação não vem exclusivamente de centros emissores para as massas, mas sim, das bordas, dando visibilidade para assuntos os mais diversos, temas cotidianos. O internauta passa de mero consumidor de informações para autor, produtor de conteúdos."
É claro que os 'mass midia' dominam, forma (ou deformam) opinião! Mas, aos poucos, a gente vai introduzindo fontes alternativas de informação, principalmente para noss@s alun@s... e novos olhares irão se constituir... pelo menos eu espero! Ufa!

Embora a realidade seja aquela que a Tati descreveu acima: a maioria de noss@s colegas estão desconectad@s... Tantos @s profe AAA, como os BBB, os CCC, os DDD...

Acho que temos a responsabilidade de multiplicar nossas experiências... tentando contagiá-l@s!!!
É muito trabalho?!! É muita "responsa"?!!!
Bueno!!!

Abraços!!!